Comentários
Jéssica Ohara Jéssica Ohara Author
Title: LETRA E TINTA: UMA VOZ PARA OS JOVENS ESCRITORES
Author: Jéssica Ohara
Rating 5 of 5 Des:
A mãe que aguarda preocupada a chegada do filho, pois sabe de todos os riscos a que estão submetidos os jovens negros ao saírem de...






A mãe que aguarda preocupada a chegada do filho, pois sabe de todos os riscos a que estão submetidos os jovens negros ao saírem de casa para trabalhar, estudar ou se divertir. Uma mulher negra, que vestida de branco, sai de casa para um compromisso triste, porém necessário. Um jovem que sofre as consequências por carregar em sua pele a marca que o escraviza em eterno estado de atitude suspeita na visão dos que, oficialmente, são pagos pelo Estado para garantir a segurança da população. O morador de rua que encontra o anjo que o guarda na figura inesperada de outro desabrigado e assim tocam a vida. O pai que entende o chamado de um país como o possível momento de grandiosidade para uma família destinada a levar uma vida humilde e apagada de brio. Muitos dos contos que compõem este livro abordam a vida dos oprimidos pela desigualdade social e racismo brasileiro, rasurando o que se tornou quase um padrão da literatura brasileira contemporânea. Mesmo quando os personagens tencionam a mudança deste estado de opressão, o que estes jovens autores nos apresentam é uma perspectiva mais rica em relação aos constantes embates da nossa sociedade e entramos no universo de um traficante que questiona a própria humanidade, de um pai que luta para recuperar o contato, o amor e o respeito do filho, e de um personagem que batalha para dar oportunidades para os que delas são carentes. 


Mesmo com a loucura que foi a Bienal do Rio de 2017, eu fiquei bem feliz de ter conseguido algumas preciosidades. Uma delas foi o livro de contos Letra e Tinta, com dez contos de autores jovens negros e brasileiros. Para quem procura, sabe que encontrar essas três características juntas numa frase não é uma coisa fácil, é preciso cavar muito entre pilhas de mais do mesmo.

Representatividade foi o que eu encontrei entre as páginas, saber que alguém passa pelos mesmos problemas que eu, ter personagens que eu possa me identificar sem ter que criar todo um mundo alternativo com “e se eles fossem negros?”. Os contos variam entre amor, violência, desabafos, reflexões e esperança.

O que eu mais gostei foi a diversidade da origem dos autores, nos mostrando que as nossas realidades podem diferir, mas as nossas lutas são as mesmas. A escrita varia muito, mas os meus preferidos foram “Mulher preta vestida de branco”, “Farelinho”, “Seguiremos com o tráfico” e “Letra e tinta”. Contos que me fizeram lembrar de pessoas perdidas, sonhos não realizados e otimismo para sonhar mais um pouco.

Eu já devo ter dito em mais de uma resenha que fico dividida com livros de contos porque eles acabam tão rápido! E com esse não foi diferente, o que me dá esperança é que esse foi, para a maioria dos autores, a primeira oportunidade de ter algo publicado. O que quer dizer que mais coisa boa vem por aí!

AUTOR(A): Vagner Amaro (organizador)
PÁGINAS: 78
EDITORA: Editora Malê
LANÇAMENTO: 2016
ONDE COMPRAR: Aqui
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top