Comentários
Dessa Piccinini Dessa Piccinini Author
Title: O LIVRO DO JUÍZO FINAL: POR ISSO QUE EU DEIXO AS VIAGENS NO TEMPO PARA O DOCTOR.
Author: Dessa Piccinini
Rating 5 of 5 Des:
Em meados do século XXI, a jovem estudante Kivrin Engle se prepara para viajar no tempo. Ela pretende fazer um estudo de campo sobre...


Em meados do século XXI, a jovem estudante Kivrin Engle se prepara para viajar no tempo. Ela pretende fazer um estudo de campo sobre uma das épocas mais sombrias da história da humanidade: a Idade Média. Em um primeiro momento, tudo parece ter corrido bem com a empreitada, e ela finalmente está no século XIV. O que Kivrin não sabe é que o técnico responsável pelo seu salto temporal, de volta para 2054, está terrivelmente doente. Seu retorno pode estar comprometido, e isso pode afetar todos os habitantes do Reino Unido. De 1300 a 2050, Connie Willis faz um trabalho magnífico na construção de personagens complexos, densos e pelos quais é impossível não sentir empatia. O livro do juízo final é ao mesmo tempo uma incrível reconstrução histórica e uma aula sobre o poder da amizade.


Não é a toa que esse livro é premiado. O livro do juízo final é uma leitura quase sublime, muito diferente dos livros que estou abituada mas que valeu muito a pena conhecer. 

Vivendo em um futuro onde viagens no tempo são possíveis e, mais ainda, costumeiramente realizadas para se aprender mais sobre o passado, Kivrin está prestes a ser o primeiro salto para a Idade Média, período até então considerado muito perigoso devido suas doenças e violência. Depois de se preparar e aprender absolutamente tudo que achou possível, como o inglês da época, latim, bordar, ordenhar e fiar Kivrin realiza seu sonho de finalmente ir para a Idade Média e vivenciar a história na pele. 

No presente, há o Dr. Dunworthy, orientador de Kivrin que está apreensivo com o salto. De fato, ele até gostaria de impedi-lo, já que para ele a Idade Média é um período muito arriscado que deveria ser deixado quieto sem nenhuma visita do futuro. 

Somos acompanhados por essas dois pontos de vista quando Kivrin finalmente faz o salto. Mas é logo em seguida que as coisas começam a dar errado. O técnico responsável pelo salto cai doente no presente e Kivrin faz o mesmo no passado, mesmo tendo recebido todo o tipo de vacina possível para realizar o salto. Ainda, ela não está no ano que deveria e sim muito perto do grande surto da Peste Negra na Inglaterra e, como se tudo isso não bastasse, tudo aquilo que estudou é inútil, afinal ela não consegue entender uma palavra se quer do que os locais falam. 

Sedo cuidado por um casal de estranhos, Kivrin começa a gravar em seu gravador secreto o Livro do Juízo Final, contando coisas cotidianas que muitas vezes se passam despercebidos pelos historiadores em um geral. 

Me peguei pensando quais tempos viajaria e se eles seriam perigosos ou não. Mesmo com toda a minha curiosidade sobre reis e cavaleiros, acho que ficaria longe da Idade Média, mas será possível fazer uma visitinha para Cleópatra? Julio César talvez? Frida quem sabe? (sim eu fiz uma lista - ela é tão enorme que não teria como reproduzir aqui, mas eu amaria conhecer tantos figuras históricas, muitos sendo autores como Conan Doyle).

A leitura é um pouco lenta e detalhada, o que não é meu estilo preferido, mas Connie criou personagens tão tridimensionais que foi impossível ser uma leitura ruim, mesmo com o empecilho de ser um leitura demorada. Alternei o livro com outros, fazendo assim a leitura demorar mais tempo mas ser prazerosa. Uma dica é estar atento, até porque a autora não "dá ponto sem nó" como diria minha mãe. Tudo acontece por um motivo. 

Autora: Connie Willis 
Páginas: 576
Editora: Suma de Letras
Lançamento: 2017

Compre aqui. 



Livro cedido pela Editora Suma de Letras para resenha 

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top