Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS: NEW ORLEANS - S04E11: MONSTER
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 “It's your job to trust me to do it right.” – Dwayne Cassius Pride Como o próprio King disse, agora tudo está certo no universo....
 “It's your job to trust me to do it right.” – Dwayne Cassius Pride

Como o próprio King disse, agora tudo está certo no universo. NCIS NOLA voltou a ser aos eixos, Pride não está mais insuportável, o caso prendeu a atenção e eu não poderia ter ficado mais feliz. Quer dizer, se o fator “Percy” não tivesse entrado no caminho, tudo seria perfeito.

Não me entendam mal, eu gosto muito da personagem, mas essa implicância interminável que ela está com Dwayne já deu o que tinha que dar. Ele já provou que, de agora em diante, vai seguir o protocolo, mas ela insiste em falar dele. Parece até Meninas Malvadas, que a Cady quer falar da Regina a cada segundo. Se eu fosse King, tinha jogado várias besteiras que ela fez nesses três anos, incluindo essa de dormir com ex-parceiro da ATF. Se ela decidir sair, vai ser quase como em um daqueles inúmeros episódios em que ela não participa.


Tirado a obsessão de Percy, eu colocaria Monster naquela maré de bons episódios que NOLA vinha tendo. Casos que envolvem a CIA sempre vão me fazer lembrar do Trent Kort em NCIS e em como não se pode confiar nesses agentes. Mas é em episódios assim que as histórias mais interessantes acontecem. E são neles também que King está em sua melhor forma.

Sim, eu estava reclamando dele há algumas semanas, mas digamos que foi para o próprio bem dele. Pride mudou da água para o vinho. Ele estava mais focado no caso, sorrindo mais e se parecendo até com o King da primeira temporada. Saber que ele ligou para Vance para perguntar como ele iria proceder com o caso só prova o quanto ele é um filhotinho lindo que merece ser protegido a todo custo. Junto dele tem Chris, que estava maravilhoso, como sempre. Confesso que, depois que uma implicância some, tudo fica lindo e o sotaque do Chris aparece ainda mais. Sobre a Loretta: dona de tudo, rainha do universo, diva suprema. Ver ela indo checar Pride foi a coisa mais fofa e eu não consigo não amar a amizade deles.


Outra coisa que gostei foi que aquilo de a equipe se juntar e ir contra uma pessoa acabou, o que já estava mais do que na hora de acontecer. Eu prefiro muito mais quando eles são separados em duplas e seguem com o caso. Parece que, desse jeito, o episódio fui bem melhor.

Porém a única dupla que fiquei o episódio todo esperando não aconteceu. Queria muito que quem estivesse com Sebastian quando ele derrubou o drone fosse Gregorio. Ela iria ter chamado ele de baby e teria tornado a situação toda bem fofa. Aliás, amei o cabelo dela nesse episódio. Ficou tão linda! E não podia deixar de falar o quão orgulhosa fiquei pelo meu badass baby. Finalmente fazendo o apelido valer.

“HQ's off my case. Team's working well. My demons are at bay. All is right with the world. No more drama, for the time being.” – Dwayne Cassius Pride
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top