Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] S.W.A.T. - S01E10: SEIZURE
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
  “Never thought I'd be breaking into a prison.” – Jim Street Eu realmente amo um episódio que envolva qualquer coisa ligada a pr...
 “Never thought I'd be breaking into a prison.” – Jim Street

Eu realmente amo um episódio que envolva qualquer coisa ligada a prisões. Sempre espero algo meio Prison Break ou o episódio hilário que o MacGyver resolveu fazer sua própria fuga da prisão. Mas episódios que envolvam uma equipe realmente entrando na prisão para poder parar uma rebelião conseguem ser ainda melhores.

Todo brasileiro sabe muito bem como a situação nas prisões. Uma cela minúscula tem oito prisioneiros se espremendo. Alguns guardas muitas vezes não são completamente treinados para lidar com todo o tipo de situação que eles podem encarar, podendo até não saber como reagir a uma rebelião, que é algo extremamente comum. O que para nós acaba sendo algo corriqueiro, para os outros é um absurdo que deveria ser investigado e levado à justiça. Vou afirmar que gostei muito da forma que tanto Hondo quanto Jess lidaram com isso, repreendendo o “dono” da prisão e indo até onde precisasse para que a situação seja resolvida da melhor forma possível.


As cenas de ação foram, definitivamente, uma das minhas partes favoritas do episódio. A divisão da 20-David para poder dar conta de colocar as três gangues de volta aos lugares certos foi muito boa. Eu já imaginava que eles colocariam Tan e Street para trabalharem juntos, principalmente porque os dois vêm se dando muito bem ultimamente. Fiquei realmente surpresa quando Jim decidiu tentar conversar com os prisioneiros ao invés de já sair atirando. Isso mostra como ele está mudando e espero que para melhor. Quando os dois foram lutar com o Moco, eu não consegui segurar a risada.

É claro que Luca e Hondo iriam estar juntos e enfrentar a gangue mais perigosa. Pode ser que eu esteja imaginando coisa de mais, porém acredito que a escolha de os dois ficarem responsáveis pela gangue nazista tem alguma coisa a ver com o que foi discutido em Homecoming (S01E07). É claro que o protagonista iria enfrentar o pior inimigo e iria ter uma motivação pessoal por trás disso, mas Luca estava lá porque tinha que lidar com todo o preconceito que seu avô tinha. Como eu disse, posso estar imaginando coisas. Mas de uma coisa eu tenho certeza: queria que a 50-David tivesse trabalhando com eles desde o começo. O Rocker dando cobertura para Hondo foi ótimo, mesmo que ele estivesse uns 10 minutos atrás. Eu quero mais interação entre eles, assim como eu quero mais ação para a Chris! 


Eu preciso tirar um tempo para falar do Deacon, porque, sem sombra de dúvidas, ele é o personagem que está tendo mais desenvolvimento na série toda. E eu sou extremamente grata por isso. Ao contrário de muitos ali, ele não fez a menor questão de ficar frisando que aquele era o 10º aniversário dele na S.W.A.T., o que mostra que ele está ali para fazer  o trabalho dele, não para se achar melhor do que os outros. E esse é um dos motivos pelo qual eu amo o personagem.

Essa história de mostrar pelo menos um personagem com uma família grande foi uma decisão muito certa tomada pelos roteiristas. E não tem como não amar a Annie. Quando eu li a sinopse do episódio, fiquei com medo de um milhão de coisas acontecerem, mas não esperava que ela teria que ser internada às pressas. E jamais imaginaria que quem iria levá-la para o hospital e ficaria lá o tempo todo seria Hicks. Ou seja, ainda existe esperança para ele. Mas o que é importante aqui é: foi um jeito maravilhoso de terminar o episódio, não é mesmo? Deixando todo mundo querendo descobrir se vai ficar tudo bem com a Annie ou não... Vou ter que falar que não consegui me segurar quando Deac, ou melhor, David falou que a cadeira dele era Annie. Uma semana vai ser quase uma tortura para esperar para ver o resultado disso tudo.

P.S.: As crianças Kay são as coisas mais fofas. Com o tio Luca então, nem se fala <3

“Piece of advice. When I first got this job, somebody told me that I'm gonna see some rough things and I'm gonna have to do some rough things. But every cop needs a chair. It's whatever you use to decompress. For some people, it's a chair and a glass of Scotch. For others it's a favorite meal, a certain book. Anything. The sooner we do this, the sooner we get you back to your chair.” – David ‘Deacon’ Kay
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top