Comentários
Yngrid Oliveira Yngrid Oliveira Author
Title: VOZES DE TCHERNÓBYL: O ACIDENTE NUCLEAR COM SOBREVIVENTES QUE PRECISAVAM FALAR
Author: Yngrid Oliveira
Rating 5 of 5 Des:
"Em abril de 1986, uma explosão na usina nuclear de Tchernóbil, na Ucrânia então parte da finada União Soviética , provoco...




"Em abril de 1986, uma explosão na usina nuclear de Tchernóbil, na Ucrânia então parte da finada União Soviética , provocou uma catástrofe sem precedentes: uma quantidade imensa de partículas radioativas foi lançada na atmosfera e a cidade de Pripyat teve que ser imediatamente evacuada. Tão grave quanto o acidente foi a postura dos governantes soviéticos, que expunham trabalhadores, cientistas e soldados à morte durante os reparos na usina. Pessoas comuns, que mantinham a fé no grande império comunista, pereciam após poucos dias de serviço. Por meio das vozes dos envolvidos na tragédia, Svetlana constrói este livro arrebatador, que tem a força das melhores reportagens jornalísticas e a potência dos maiores romances literários. Uma obra-prima do nosso tempo. "



A autora Svetlana Aleksiévitch  foi ganhadora do prêmio Nobel de literatura em 2015, a 14ª mulher a receber o título. Trabalhou como repórter e depois passou a ser correspondente para a revista literária Neman. Em sua carreira escrevia narrativas de entrevistas com testemunhas de situações históricas e dramáticas tais como a guerra mundial, a queda da união soviética e do desastre do Tchernóbyl.

O livro vozes de Tchernóbyl reúne relatos sobre o acidente com um reator na usina nuclear de Tchernóbyl, onde uma explosão e um incêndio lançaram grandes quantidades de partículas radioativas na atmosfera no dia 26 de abril de 1986, que se espalhou por boa parte da União Soviética e da Europa e que até hoje seus efeitos estão sendo contabilizados.

A história por si só é muito interessante e chocante, mostrando como muitas vezes pessoas que não são qualificadas ou que simplesmente optaram por fazer algo de qualquer jeito, que não seria o correto, pode acarretar em consequências tão devastadoras e em longo prazo. O governo local tentou esconder a dimensão do problema, com intenções políticas, até que os resultados não poderiam mais ser abafados. 

De uma forma geral, os monólogos são muito reais, dolorosos e tocantes, mas de maneira semelhante aos brasileiros, os soviéticos ainda conservaram a capacidade de sorrir e fazer piada em meio a tragédia. A inocência de quem não teve informação sobre o que realmente estava acontecendo e nem do que poderia acarretar em suas vidas, pessoas de todas as idades, de variados graus de escolaridade e de todo tipo de emprego tiveram suas vidas transformadas de um dia para o outro. Muitos vizinhos sendo evacuados, muitos animais de estimação ficando para trás, idosos se recusando e permanecendo nos locais contaminados, além dos heróis que sabiam das consequências e mesmo assim não mediram esforços para minimizar a força da catástrofe... Todos contam como foi vivenciar aquele momento e como é para os que ficaram continuar lá.

Apesar de tudo, achei que faltou uma organização e contextualização entre os monólogos, para a leitura não ficar cansativa demais. Somando-se a isso, um fato que particularmente achei bem irritante, foi a autora filosofar entre as histórias de uma forma que me pareceu inadequada. Por esses motivos a leitura desse livro foi muito demorada e pausada. O assunto ainda precisa ser visto e discutido para evitar mesmos erros e para não deixar desaparecer a memória dessas pessoas, por isso é uma leitura muito válida.




Título: Vozes de Tchernóbyl

Autor: Svetlana Aleksiévitch

Editora: Companhia das letras
Páginas: 524
Ano: 2016
Onde comprar: Busca pé

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top