Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] BULL - S02E20: JUSTIFIED
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 "If anyone tells you they know how a criminal proceeding is gonna end, they've never been to more than one." – Marissa Mor...
 "If anyone tells you they know how a criminal proceeding is gonna end, they've never been to more than one." – Marissa Morgan

Ainda não consigo entender como eu já pensei em deixar Bull para depois. Ver Michael Weatherly nesse episódio me fez questionar diversas coisa e essa foi a primeira coisa que eu fiquei tentando entender. Depois da renovação para a terceira temporada, eu só consigo ter mais e mais esperança de que os roteiristas vão ter muito mais coisas interessantes para tratar e trazer o melhor de JB.

Casos de abuso infelizmente não chegam tanto ao tribunal, principalmente porque a maioria das vítimas não conta para ninguém o que aconteceu. O caso aqui mostrado só chegou ao tribunal porque Kate matou seu abusador, enquanto ele dormia, com um tiro nas costas. Uma dificuldade extrema para provar a inocência dela, porque, por mais que desse para sentir que o caso era legítima defesa, as provas não ajudavam nem um pouco. Eu fiquei o episódio todo praticamente rezando por um “not guilty”, porque se fosse o contrário ficaria extremamente revoltada. Eu sei que é praticamente impossível ver Bull perdendo um caso, mas mesmo assim dá medo.


Essa temporada de Bull anda focando mais no lado emocional dele, seja defendendo casos em que algum conhecido está no meio ou fazendo JB parar e pensar e, consequentemente, se tornar uma pessoa melhor. Esse foi um pouco diferente, já que não cabia muito bem em nenhuma dessas categorias. O caso fez Bull se lembrar da irmã mais velha, Jennifer, e do remorso que sentia por não ter estado mais presente quando ela mais precisou, enfrentando um caso semelhante ao de Kate.

Eu já tinha elogiado a interpretação de Michael Weatherly em outros episódios, mas nesse estava realmente impecável. A emoção, as lágrimas, tudo. Eu não consigo encontrar as palavras certas para descrever como a atuação dele mexeu comigo, sendo sincera. Esse episódio foi muito bem feito, mostrando as dificuldades que cada um ali estava passando enquanto o caso era desenrolado e eu estou extremamente feliz com o resultado final.


Eu sabia que o caso acabaria caindo na mão de Benny. E ele ficaria um pouco meio cismado com isso, mas acabaria dando seu melhor. Gostei de como Danny e Cable estavam investidas na história, fazendo de tudo para encontrar algo para incriminar o marido e alguém que pudesse testemunhar contra ele. Rainha Marissa também estava bem investida, mas muito preocupada com Jason, principalmente depois de ver o quanto o remorso dele estava o afetando.

Eu continuo com pena do meu baby General Washington Chunk. Ter repetido a matéria porque o professor não vai com a cara dele é, infelizmente, uma coisa que chega a ser comum. Mas se a pessoa se esforça, faz todos os trabalhos e repete apenas porque trabalha em um lugar que o professor não acredita que seja “aplicação da lei da forma verdadeira” é um absurdo ainda maior. Como eu disse: é bem capaz de esse professor acabar precisando da ajuda da TAC eventualmente e o Chunk vai ser a pessoa mais maravilhosa da face da Terra quando esse momento chegar.

“You ever heard of "battered woman syndrome"? My older sister was married to a gym teacher. Ran the youth ministry at church. Chaired the big school carnival to raise money for cancer research. And when they'd fight which apparently was more than anybody realized he'd get her on the ground and kick her. He weighed 215. She weighed 122. And one day, he kicked her too hard. Ruptured her spleen. And six hours later, she was gone.” – Doctor Jason Bull
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top