Comentários
Ticianni Zabulon Ticianni Zabulon Author
Title: [REVIEW] IZOMBIE - S04E05: GOON STRUCK
Author: Ticianni Zabulon
Rating 5 of 5 Des:
Seja pela introdução aleatória de um inspetor zumbi francês, pela junção de uma dupla improvável apresentada já em uma missão em andamen...

Seja pela introdução aleatória de um inspetor zumbi francês, pela junção de uma dupla improvável apresentada já em uma missão em andamento ou simplesmente por não explicarem de forma literal o que estão querendo fazer, vi vários comentários de pessoas que não entenderam metade do que aconteceu nesse episódio. Essa confusão faz sentindo já que na tentativa de não entregar respostas muito mastigadas a série acabou deixando coisas demais subentendidas. Uma coisa é querer nos fazer pensar, outra é nos fazer ter o trabalho inteiro de juntar as peças sozinhos.

A impressão de que havia pulado um episódio também me ocorreu, assim como apenas depois de um bom tempo de episódio que fui começando a fazer um esboço da intenção daquilo tudo, e então aqui vai uma explicação do que eu absorvi dos acontecimentos: Primeiramente vamos voltar para a situação inicial que a Fillmore Graves tem que lidar. Eles possuem uma cidade zumbi isolada e murada impedindo que zumbis e humanos saiam ou entrem da mesma. Se existe o problema de contrabando, por que não darem a liberdade de ir e vir de uma vez? Ao deixar todos os humanos irem embora, a cidade viraria um alvo para que o governo exterminasse. Desse modo, o problema do contrabando e das transformações vão além do controle populacional devido a alimentação:  quanto mais transformados, menos humanos e quanto menos humanos, menos seguro.

E é bem aí que entramos com a missão de DonE e Major, fora o reforço alimentar, a dupla pateticamente sequestrou uma moça que é uma chave para o plano B de Chase. Qual a melhor forma de mexer com a lealdade de figuras políticas, que não seja dinheiro? Tornar pessoal. Sequestrando membros da família e os mantendo na redoma zumbi, por exemplo, claramente faz com que alguém pense duas vezes antes de votar por um míssil de exterminação para a cidade. Agora para o inspetor francês vocês vão me desculpar, porque para aquilo não tenho explicação e inclusive quero distância. 


Queria dedicar um parágrafo a seguinte pergunta: Qual é a do Chase Graves? Suas ações me surpreenderam bastante no episódio. Especialmente porque exatamente quando começaram a firmar os papeis de Resistência VS Ditadura, o homem começou a apresentar traços de passividade à redenção. E ao mesmo tempo em que desenha sua redenção, Chase continua seguindo o sistema. Esse aprofundamento no personagem faz muito bem para o desenrolar da história os trazendo camadas e assim questionamentos sobre certo e errado, fins, meios e justificativas.  Acredito que futuramente o homem poderá nos servir de algumas reviravoltas.


Como previsto na review anterior, minhas teorias da revolução não estavam tão fora da casinha assim e infelizmente Mama Leone foi retirada da narrativa em uma cena bastante dolorosa, porém simbólica. Sua transformação em mártir impulsionará os movimentos de continuidade do legado e a escolhida para liderar essa Resistência é a nossa protagonista. Se antes Liv já estava metida com problemáticas acima de seu nível sem querer, imaginem agora em uma situação dessas e querendo.

A cada semana Major se aprofunda mais em seu vínculo com os ideais da Fillmore Graves e vai se afastando de seu modelo heroico. Assim, acredito que a lealdade de Clive também será testada em algum ponto já que teoricamente o departamento de policia deve estar sempre do lado da administração e Liv está entrando em uma jornada perigosamente distante disso. A união apresentada pelo grupo nos episódios iniciais agora soa como um presságio de que, potencialmente, no final nada será como antes. 

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top