Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] S.W.A.T. - S01E18: PATROL
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
  “It's not about you dying! It is about you living.” – Daniel ‘Hondo’ Harrelson Eu ando gostando muito da dinâmica que S.W.A.T. ...
 “It's not about you dying! It is about you living.” – Daniel ‘Hondo’ Harrelson

Eu ando gostando muito da dinâmica que S.W.A.T. vem usando nos episódios. É claro que é extremamente importante que cada equipe tenha seus 6 membros trabalho efetivamente, mas dar um dia de folga justamente para o líder de uma delas e colocar algumas duplas bem interessantes trabalhando em casos diferentes, mas isso funcionou muito bem. Deu uma fluidez muito boa para o episódio, além de ter proporcionado diversos ótimos momentos.

Toda essa história entre Hondo e o pai dele é ainda mais complicada do que eu imaginei. Tudo o que ele falou deve ter sido extremamente doloroso, mas o pai dele mereceu. Muito. Ver que o filho se tornou uma ótima pessoa, mesmo tendo que lidar com tudo de ruim que ele teve que viver, deveria ser uma forma de punição. Queria tanto que Hondo tivesse falado que ele não abandonaria o pai porque ele não era como ele, mas acho que aí já seria um pouco demais. Mas esse conflito todo valeu muito a pena. Quero ver agora como a outra irmã dele vai reagir quando descobrir que o pai está morando em LA.


Chris é um anjo. Uma rainha. A melhor pessoa dessa série. Eu sei que ela é completamente capaz de se defender sozinha, mas eu quero enrolar ela em um cobertor e proteger mesmo. Gente, eu quase chorei vendo como ela ficou. Meu bebê não merece sofrer assim, mesmo que isso ajude a mostrar que ela é mais badass que todos os outros oficiais na S.W.A.T. .

Mumford começou ótimo, aceitando tudo o que Chris fazia e querendo absorver o pouco da empatia que ela sentia pelas pessoas. Mas depois de ver ela perdendo a luta para o suspeito, o respeito de repente some? Eu fiquei extremamente revoltada com isso. É claro que eu sabia que no final do episódio ele iria acabar chamando ela para a equipe dele, mas mesmo assim. Gostei muito de ela ter dito que, caso ele queria uma mulher na equipe, para chamar a Erika caso ela passe para S.W.A.T. . É realmente um anjo.


A parte cômica do episódio ficou por conta de Tan e Street. Mais por conta de Tan sendo extremamente explosivo durante uma negociação. Sério, eu imaginava que ele seria um pouco mais tranquilo e que Jim seria o explosivo da história, mas gostei do que aconteceu. Achei que o Sargento ia acabar pegando o “suborno” para a líder de torcida ter devolver o rádio, mas tudo foi só extremamente engraçado.

Luca e Deacon caíram, novamente, em uma situação que eles não queriam lidar. Ao invés de ir para a rua, ficaram na sede conversando com crianças causando problemas na escola. Eu gostei que, mesmo que aos poucos, as propostas de Jess já estão começando a ser aplicadas. Mas, mais do que isso, gostei que eles mostraram que, nem sempre, as crianças que causam confusão querem atenção. Às vezes eles querem provar que podem ser tão bons quanto as outras crianças, ou simplesmente porque não aguentam mais sofrer as mesmas coisas sempre. Ver Luca se envolvendo e querendo ajudar Kelly a lidar com a dislexia foi uma das coisas mais lindas do episódio. E o que tornou tudo ainda mais lindo foi o fato de que toda a inspiração por trás da garota veio do próprio Kenny Johnson. E, além disso, ela é filha dele na vida real. É claro que não posso deixar de falar sobre Deac incentivando Travis a começar a jogar basquete e dando o número para que o garoto pudesse entrar em contato. Só amor por esse homem.

P.S.: Sou muito a favor de mais episódios mostrando Patrol Day. E que eles misturem bem mais as equipes de Hondo e Mumford.

“You are a responsibility, which is something I learned from you for what you didn't do. But you also taught me a lot. And without it, I couldn't be the man that I am today.” – Daniel ‘Hondo’ Harrelson
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top