Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS: NEW ORLEANS - S04E23 E S04E24: CHECKMATE (PARTS I AND II) [SEASON FINALE]
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
  “We care, so get over it.” – Tammy Gregorio Terminar a temporada no alto era alguma coisa que eu imaginava de qualquer série, menos...
 “We care, so get over it.” – Tammy Gregorio

Terminar a temporada no alto era alguma coisa que eu imaginava de qualquer série, menos de NCIS NOLA. Ao longo da temporada, deu para perceber meu crescente descontentamento com o rumo que a série estava tomando, mas, ao parar para pensar, acabou fazendo um pouco de sentido agora. Mas esse final, definitivamente, me fez rever muitos conceitos em relação à série.

Por mais que eu ame quando eles querem dar uma de Ocean’s Eleven, sabendo que na maioria das vezes dá certo, Pride tinha muito a perder dessa vez. Além das acusações que ele já tinha, com toda certeza outras iam aparecer. Ele se arrisca muito, mais do que o necessário, para falar a verdade. Mas o problema é que, do jeito que ele é, não tem como escapar daqueles que querem acabar com ele. E sempre vai ser assim: um problema é resolvido, três outros aparecem devido a aquele um problema. 


Comecemos pelo fato de que o Barlow era completamente sem noção e a Amelia é uma filha da mãe. Essa história toda de querer causar um ataque, culpar King e sair como o herói da história foi um claro sinal de psicopatia. Meu maior problema em relação a essa história, além daquele cliffhanger maldito, foi que eu não entendi muito bem qual foi essa fixação gratuita em relação ao Pride. Pode ser que eu tenha perdido alguma coisa ao longo do caminho, mas não consigo lembrar de nada.

O uso da B-Team foi bem interessante. Colocar nomes importantes para King e que não tinham medo de que algo acontecesse com eles foi muito bom. Fiquei muito surpresa com Crane topando ajudar. Era uma coisa que eu não esperava de jeito nenhum. Apesar de todos os esforços, é claro que o maior destaque foi Sydney. Ela ter se colocado como a fonte que vazou tudo sobre Barlow, decidindo se esconder para sempre me faz pensar: quem ali faria a mesma coisa? Eles podem até falar que iriam fazer, mas na hora do vamos ver, não iam fazer nada.


Se essa história toda da IRS indo atrás de Lasalle for realmente obra de Barlow, ele acertou um jackpot e tanto. Claro que ia ter algum esquema de fraude nos impostos, porque tinha que vir algum problema dessa história de Chris estar administrando a empresa à distância. Eu sei que os roteiristas queriam dar um destaque a mais para ele, mas poderiam ter feito alguma coisa diferente. E que não envolvesse romance nenhum, porque quando eles inventam isso, só dá rolo.

Loretta é a rainha da vida. Maravilhosa, um verdadeiro anjo na Terra. Sério, quando os roteiristas lembram que ela existe, é um arraso. Não só por ela ter ido e se juntado à B-Team, mas também por ficar falando que Pride tinha que aceitar a ajuda de todos e parar com essa frescura de “você tem que ir para longe, para se proteger”. Isso já aconteceu em praticamente todas as temporadas e já está na hora de ele aprender que todo mundo vai ajudar ele, gostando ou não. Nesse episódio também teve mais Gregorio, mais Sebastian e mais Patton e isso foi ótimo.

Eu acabo essa temporada com um sentimento de dever cumprido. Por mais que alguns episódios ali no meio e a Sonja não tivessem me agradado nem um pouco, acho que a temporada teve um saldo final positivo. Eu tinha até pensado em encerrar as reviews da série por aqui, mas depois daquele cliffhanger não tem a menor dúvida de que eu tenho que continuar!

Até a próxima temporada!

“It’s not like I’m trying to prove anything to anybody. I’m just trying to do what’s right.” - Dwayne Cassius Pride
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top