Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: OS LOBOS DE CALLA: SER UM PISTOLEIRO VEM EM PRIMEIRO LUGAR
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
Para acompanhar a resenha dos outros livros da Saga da Torre Negra, clique aqui:  A Torre Negra Depois de escapar das perigosa...

Para acompanhar a resenha dos outros livros da Saga da Torre Negra, clique aqui: A Torre Negra


Depois de escapar das perigosas entranhas de Blaine, o monotrilho desgovernado, e das garras do vingativo feiticeiro Randall Flagg, Roland e seu Ka-tet retomam o caminho do Feixe de Luz que conduz à Torre Negra, centro de todo tempo e todo espaço.


Nas fronteiras do Mundo Médio, o grupo de pistoleiros é abordado por um assustado grupo de representantes da cidade de Calla Bryn Sturgis. Dali a menos de um mês, Calla será atacada pelos Lobos - cavaleiros mascarados que surgem uma vez a cada geração, para roubar metade das crianças da cidade e devolvê-las semanas depois, física e mentalmente incapacitadas.

Enquanto isso, na Nova York de 1977, a Corporação Sombra planeja atacar o terreno baldio na esquina da Segunda Avenida com a Rua Quarenta e Seis onde floresce uma rosa - na verdade a Rosa, manifestação da Torre Negra no mundo atual.

Como Roland e seus amigos poderão ao mesmo tempo salvar a Rosa e combater os Lobos? Somente com a ajuda do Treze Preto, o mais poderoso dos Globos do Mago, na verdade o próprio olho do Rei Rubro. Mas, para alvar o mundo do caos, os pistoleiros terão de aprender a confiar nesse objeto sinistro e traiçoeiro...

Inspirada no universo imaginário de J.R.R. Tolkien e no poema épico do século XIX "Childe Roland à Torre Negra Chegou", A Torre Negra mistura ficção científica, fantasia e terror numa narrativa que forma um verdadeiro mosaico da cultura popular contemporânea.


Após um longa jornada de volta ao passado com o 5º livro, Lobos de Calla se contém e foca em uma trama mais consciente. Tem suas viagens no tempo? Tem. Tem suas Portas? Tem. Tem as maluquices típicas do King? Tem também.

Ao retornar sua viagem rumo a Torre Negra o ka-tet do 19 se depara com uma situação tipicamente do mundo de Roland. Não estamos mais nesse mundo, mas a mistura das realidades está tão forte que nem há como diferenciar. A Missão de ajudar ou não uma comunidade é uma pausa relevante na jornada dos protagonistas, por nos aproximar ainda mais do que significa ser um Pistoleiro.

Claro que o livro contataria com mais de uma história paralela, afinal, se não tivesse não seria um livro de Stephen King. De toda forma, as histórias estão cada vez mais interligadas, conforme nos aproximamos da Torre junto do ka-tet de Roland

Em uma prévia do que teremos no 6º volume, conhecemos Mia, Filha de Ninguém, que carrega um chapinha muito curioso, e potencialmente perigoso. O problema é que essa nova mulher divide o corpo com Susannah, como se ela já não tivesse mais personalidades do que o necessário para uma pessoa. 

A presença do Padre Callahan cria uma surpresa ainda maior. Para aqueles que já leram A Hora do Vampiro (ou Salem) já conheciam o personagem. Já aqueles que, como eu, não haviam topado com essa obra, ficaram meio perdidos em algumas referências. De modo algum isso prejudica a leitura, apenas adicionou mais um livro à minha lista...

Com Callahan temos a ampliação do Universo de King, com o próprio autor se colocando como alguém relevante na jornada da Torre. Ao dar vida à um personagem de outro livro em meio ao caminho de Roland podemos ver como essa jornada pode transcender mundos.

Sobre a própria jornada dos Lobos de Calla, pouco tem de relevante ainda. Podemos no futuro entender a relação deles com o Trovão e com o Rei Rubro, até mesmo com Walter. Mas no momento, muito pareceu como uma chance de King nos contar qual é a responsabilidade de um Pistoleiro. O próprio mistério do que seriam tais criaturas e qual sua relação com gêmeos não tem o mesmo impacto que deveria.

Já toda a relação do Treze Preto e da Rosa se conecta ao que foi contado nos últimos volumes da Saga de maneira ímpar. Eles estão presos à flor, que pode ou não ser a própria Torre. Eles estão presos ao Treze e ao seu poder de enlouquecer, como fez com Rhea e com o próprio Roland.

Lobos de Calla não é meu livro favorito da Saga da Torre Negra, porém é inegável seu papel como peça de ligação do que veio antes para o que virá depois. A jornada está cada vez mais próxima do fim. Estamos prontos para ela?



TÍTULO: Lobos de Calla
AUTOR: Stephen King
TRADUTOR: Alda Porto
EDITORA: Suma de Letras
PÁGINAS: 744
ANO: 2011
ONDE COMPRAR: Submarino





Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top