Comentários
Ticianni Zabulon Ticianni Zabulon Author
Title: [REVIEW] THE 100 - S5E08/09: HOW WE GET TO PEACE / SIC SEMPER TYRANNIS
Author: Ticianni Zabulon
Rating 5 of 5 Des:
Quando Clarke tomou a frente no planejamento e execução do plano para acabar com a ameaça dos vermes, pensei que finalmente a personagem...

Quando Clarke tomou a frente no planejamento e execução do plano para acabar com a ameaça dos vermes, pensei que finalmente a personagem fosse tomar seu lugar de volta na série, mas infelizmente foi uma aposta tão falha quanto seu plano. Talvez a forte exposição de Octavia ao protagonismo seja a e principal contribuinte para isso, mas é fato que a loira está extremamente apagada na história de forma que até suas atitudes consideradas radicais, como a fuga com Madi deixando os outros para trás, acabam soando sem o impacto que poderiam ter. E olha que essa reclamação vem de mim, uma pessoa que tanto pediu para que desse uma folga a mulher. Realmente retiro meus pedidos, quero minha Clarke Griffin de volta à ação.

Quando temos sua luta em defesa de Madi e sua revolta para com a exposição da garota ao papel de comandante, é fácil entender seu protecionismo de mãe, mas não dá para se conectar com sua empreitada pois é muito mais interessante ser a favor de assistir o desenvolvimento da menina quando submetida à sabedoria dos antigos comandantes do que vê-la fugindo do inevitável. Clarke se tornou mais um empecilho ao andar da história do que aquela que a faz se movimentar, como era o caso em todas as temporadas anteriores.


Assim como agora Clarke prioriza Madi acima de tudo, Bellamy tem sua família espacial vindo em primeiro lugar e em um gesto desesperado trai a confiança de Clarke e da própria irmã. Interessante também traçarmos a jornada dos discursos de Bellamy desde o início dessa temporada na qual definiu seu grupo como dessa vez sendo os mocinhos e agora se vê novamente tomando decisões controversas em função da paz. Nesse mundo não há escapatória, mas a melhor parte é que entregar uma criança para o processo de se tornar comandante de um povo caotizado, por exemplo, é questionável só que há diferentes níveis The 100 de questionável. Especialmente porque a inversão de papeis e repetição de sacrifícios é algo bastante recorrente na série.

Com isso quero dizer que, é muito fácil visualizar Clarke tomando essa mesma atitude se a criança não fosse sua filha. Todas as decisões tomadas em função da paz comum que Bellamy puder imaginar em realizar, Clarke já fez parecido em temporadas anteriores ou faria se ainda tivesse os mesmos objetivos que ele e provavelmente foi muito mais julgada por todos do que ele jamais será. Mas enfim, agora é a vez dele, já que ela atualmente só salvaria uma pessoa, talvez duas se Abby colaborasse.


Assim como o Wonkru se viu dividido por causa da breve queda de sua rainha e a tradição dos antigos comandantes sendo revivida, as coisas também esquentaram no vale. Ambas as comunidades seguiam a um passo da combustão. Se não houve uma guerra civil dentro do bunker, foi por que o legado do reinado de Octavia mesmo em sua ausência ainda deixou algum controle estruturado, no vale dos prisioneiros isso nunca existiu. As duas facções existentes não possuem o mínimo de organização comum, além de serem cheios de rixas mortais internas nunca resolvidas, levou literalmente apenas uma fofoca e uma pedra para liberar o caos ali.

Claro que os planos de Murphy e companhia só atrasariam o processo pelo qual se tem lutado para organizar lá na velha Polis. Qual foi a vez em que um plano não foi atrapalhado no meio do caminho por causa de gente desavisada em outra localização? Nunca aconteceu. Temos Diyoza vs McCreary e crentes da Heda vs seguidores da Bloodreina. Agora é aguardar como as duas comunidades desorganizadas e em conflito entre si mesmas serão capazes de lutar em uma tal guerra que está por vir. Boatos de uma guerra.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top