Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: CASTLE ROCK: UMA HISTÓRIA PERDIDA EM MEIO ÀS HOMENAGENS
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
Castle Rock nasceu para ser uma homenagem ao Universo de Stephen King . Com a trama se passando na cidade que tantas vezes apareceu nos...

Castle Rock nasceu para ser uma homenagem ao Universo de Stephen King. Com a trama se passando na cidade que tantas vezes apareceu nos livros do autor, era evidente que veríamos diversas referências ao seu trabalho na produção. O que não podia acontecer é a história se perder nesse mar de easter eggs...

Não digo que a trama seja desinteressante ou até mesmo ruim. Porém mesmo eu, um fã convicto do Rei, me pego mais pensando "será que isso é uma homenagem à alguma história que não li?" do que realmente preocupado com a história principal. E isso, à longo prazo, pode ser um problema.

Sabemos que a dobradinha J. J. Abrams e King pode ser excelente. 11.22.63 está aí para provar. Ao mesmo tempo sabemos que nem tudo que o Rei põe a mão pode ser bom (Under The Dome, cof cof) e que J. J. não é uma unanimidade (Lost tem seu final controverso discutido até hoje). O quanto isso pode ajudar e prejudicar a série, só o tempo dirá.

Castle Rock tem em seus três primeiros episódios todos os ingredientes que o produtor e o autor mais gostam. Mistérios sobre mistérios, perguntas que podem nunca ser respondidas, pequenas atividades sobrenaturais e o medo como um pano de fundo. E referências, muitas referências.

A trama principal acompanha Henry Deaver, um advogado conhecido por ter seus clientes sendo condenados à morte com uma frequência alarmante, voltando à sua cidade natal após um preso desconhecido ter sido encontrado na prisão de Shawshank State. O problema é que Henry não é muito bem visto na cidade devido à uma história de sua infância.

A série conta com ótimos atores em ótimos personagens e entre eles, Bill Skarsgård é sem dúvida o chamariz do show. O ator já interpretou o Palhaço Pennywise na adaptação recente de It e é um cara assustador por natureza. Sério, sabem aquela história de que ele consegue fazer um olho estar sempre em direção à câmera? Ele ainda faz isso. O tempo todo.

Tem também suas falhas. A atriz Melanie Lynskey, a Rose de Two And a Half Men, não tem conseguido entregar o drama que sua personagem merece. E isso é ainda pior quando levamos em conta que sua contraparte infantil consegue ser assustadora e cativante em seus flashbacks.

O problema então não é a história em si, que tem seu valor e promete ser interessante e assustadora na medida certa. O problema é que o show está se perdendo em meio à um mundo de referências. Desde o cão de Cujo, passando pelo sobrenome Chambers e chegando à própria prisão, tudo grita EASTER EGG! O próprio King já pediu pras pessoas focarem na história e deixar de lado todas essas homenagens. Se ele precisou pedir, é porque o negócio foi longe.

Uma história que promete ser promissora, mas que vem sendo engolida por referências. Essa é Castle Rock. Uma ótima pedida para os fãs, uma grande porta de entrada para os iniciantes. Uma grande homenagem ao King.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top