Comentários
Jéssica Ohara Jéssica Ohara Author
Title: LER, LEMBRAR E OUVIR: FOI UM JULHO QUE PASSOU EM MINHA VIDA
Author: Jéssica Ohara
Rating 5 of 5 Des:
Nada  mais é como antes e Agosto passou voando. Aquele que sempre foi considerado o mês mais parado trouxe reviravoltas gigantescas nas...

Nada  mais é como antes e Agosto passou voando. Aquele que sempre foi considerado o mês mais parado trouxe reviravoltas gigantescas nas vidas de todo mundo (sim, essa é uma desculpa para esse quadro estar atrasado). Mas seguindo de pé e com fé, vamos ao que interessa: as músicas que embalaram nosso Julho. Mês querido, das festas julinas e do friozinho pra quem é de frio.

Começo comigo mesma. Autoridade é o segundo livro da série Comando Sul, um misto de ficção cientifica e questionamentos filosóficos. O clima é de profunda tensão e dúvida, por isso eu escolhi Psicosis - Astor Piazzola. Já a minha segunda leitura foi uma história de amor, esquecimento, magia e, principalmente, de sacrifícios. Para O Gigante Enterrado nada melhor do que O Astronauta - Os Nonatos.

A Polly fez uma leitura tocante que serve para todas as pessoas que têm ou convivem com doenças mentais. O Fundo é Apenas o Começo é de uma delicadeza única que fez a Polly escolher Violin-Amos Lee para representá-lo. Alimentando o seu vício por suspense, a Polly leu A Mulher entre Nós e não se decepcionou. Com tanto amor, plot twists e segredos, se fosse um filme com certeza teria que ter Danse Macabre - Camille Saint-Saëns.

Terminar uma série é um misto de tristeza e vitória. A Ayla experimentou essas confusão de emoções com O Reinado Imortal, apesar de a gente sempre querer mais, temos que agradecer quando a história termina de um jeito perfeito como o que foi sonhado. Para consagrar esse momento, escolhi Natural-Imagine Dragons. 

A Mylla começou o mês com os textos poéticos do projeto lindo Escrevi isso pra você. As poesias e imagens representam as fases de um relacionamento, fazendo com que o leitor identifique-se com uma delas em algum ponto. Pensando mais no final, percebi que Mão Dadas- Academia da Berlinda era perfeita para esse livro. Ainda na onda recente de sucesso, Mylla também leu A Parte que falta encontra o grande O que segue a mesma linha de seu predecessor: singelo e com um grande questionamento existencial, reações parecidas com as de Quiça-Labaq. Depois de todas essas análises de vida, a Mylla ainda arranjou outra em forma de suspense. Restos Humanos mostra como a solidão se infiltra na vida das pessoas até deixa-las invisíveis. Uma batalha que travamos diariamente, por isso escolhi I Want to Break Free- Versão Russian Red.

Engraçado que o Mago e Vidro foi o primeiro livro que eu li da série A Torre Negra(sim, eu caí da paraquedas), nele o que mais me impressionou foi a força dos sentimentos dos protagonistas. O Leandro também ficou mexido com isso e ele escolheu Remember Everything - Five Finger Death Punch para tentar explicar um pouco dessa história. Continuando a série, o próximo livro foi Os Lobos de Calla que começa a preparar o terreno e ligar as histórias, mas que no fim funciona como uma espécie de interlúdio. Fiquei com Suite VI Electric Overture - Jannele Monae.

Esse foi o mês das continuações, séries e trilogias. A Dessa leu A Nuvem, segundo livro da trilogia O Ceifador. Foi uma história morna em comparação ao primeiro, mas empolgante por que, afinal, o autor é muito bom. Para esse fico com Earth Intruders- Bjork. Por fim, mas não menos importante, A Filha das Trevas que brinca com a história e coloca uma mulher no lugar de Vlad, o empalador. Empolgante, forte e com tudo para se tornar um sucesso, o livro tem um carisma que me lembra bastante Eye of the Tiger - Versão 2Cellos.

C'est fini! Vocês nos encontram aquiaqui e aqui. Não se esqueçam que a gente tem uma playlist no Spotify. Bjs agostinianos!Inté!

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top