Comentários
Dessa Piccinini Dessa Piccinini Author
Title: A CIDADE MURADA: CORRER CONFIAR E CORAGEM.
Author: Dessa Piccinini
Rating 5 of 5 Des:
A Cidade Murada é um terreno com ruas estreitas e sujas, onde vivem traficantes, assassinos e prostitutas. É também onde mora Dai, ...


A Cidade Murada é um terreno com ruas estreitas e sujas, onde vivem traficantes, assassinos e prostitutas. É também onde mora Dai, um garoto com um passado que o assombra. Para alcançar sua liberdade, ele terá de se envolver com a principal gangue e formar uma dupla com alguém que consiga fazer entregas de drogas muito rápido. Alguém como Jin, uma garota ágil e esperta que finge ser um menino para permanecer em segurança e procurar sua irmã. Mei Yee está mais perto do que ela imagina: presa num bordel, sonhando em fugir… até que Dai cruza seu caminho.
Inspirado num lugar que existiu, este romance cheio de adrenalina acompanha três jovens unidos pelo destino numa tentativa desesperada de escapar desse labirinto.


A autora optou por contar a história de Hak Nam pelo ponto de vista de três jovens: Dai, um garoto que está na Cidade Murada em uma missão e seus dias estão terminando, esperto, misterioso e com um passado sombrio, Mei Yee, uma garota que foi vendida pelo pai para os bordéis de Hak Nam. No começo da história, parece aceitar a situação que se encontra, até conhecer o garoto que vem visitá-la na janela de seu quarto e Jin Ling, irmã mais nova de Mei Yee que a seguiu para a Cidade Murada para encontrá-la e salvá-la. 

Todos os três protagonistas estão há anos dentro de Hak Nam. Jin finge ser um garoto para se proteger e vive de seus pequenos roubos para sobreviver e cuidar do gato que adotou na cidade. Dai está atrás de cumprir sua missão e, com isso, encontra as duas irmãs. Portanto, ao tempo que Jin não confia em Dai, aceita a trabalhar com ele para conseguir entrar no único bordel da cidade que ainda não havia conseguido procurar sua irmã, Dai está recebendo ajuda de única garota que possuí uma janela no bordel, Mei Yee. Dai é, portanto, a conexão entre as duas irmãs. 

A escrita é deliciosa de se ler, mas como já tenho experiência com Ryan Graudin, eu não esperava nada mais que isso dela. O passo da história, por ser em uma contagem regressiva de quase 20 dias é bem dinâmica, não há tempo para muita enrolação o que quer dizer que as coisas não demoram tanto assim para acontecer. Para o final do livro, quando Dai descobre que Jin é uma garota, o livro me pegou de vez e só parei de lê-lo quando o terminei. 

O mais interessante é saber que essa Cidade Murada existiu. E por isso os nomes soam tão asiáticos. Hak Nam foi real. A Cidade Murada de Kowloon existiu em Hong Kong, e é conhecida como a maior favela vertical que já existiu. Por mais que a Cidade já não exista mais, é interessante esse toque histórico que o livro traz junto com sua história. A realidade de Hak Nam é dura, perigosa e sombria, e, em algum ponto da história mundial, o lugar foi real. 

Com uma história envolvente, Jin sendo uma personagem tão carismática e corajosa, Dai sendo um personagem misterioso, a leitura de Cidade Murada foi deliciosa. Uma leitura tranquila, ótima para os dias que a gente quer se perder em um livro. Um livro que merecia mais fama na literatura. Uma história sobre amor fraternal, coragem, confiança e força. 

 Autora: Ryan Graudin 
 Tradução: Guilherme Miranda
 Páginas: 400
 Editora: Seguinte
 Lançamento: 2015



Livro cedido pela Editora Seguinte para resenha
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top