Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S16E07: A THOUSAND WORDS E S16E08: FRIENDLY FIRE
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
  “Rule #73: Never meet your idols” – Leroy Jethro Gibbs Tem horas que eu acho que NCIS perdeu a noção. Aí me vem A Thousand Words , ...
 “Rule #73: Never meet your idols” – Leroy Jethro Gibbs

Tem horas que eu acho que NCIS perdeu a noção. Aí me vem A Thousand Words, em que a equipe tem que investigar o roubo de uma parede e eu não poderia ter mais certeza dos meus pensamentos. Claro que tinha toda uma história por trás disso, mesmo que tentar evitar a morte da vida marinha não tenha sido o caso que deveria ter sido resolvido em primeiro lugar, mas ainda assim começar o caso com um roubo de parede é um risco bem grande. Ainda bem que gosto de coisa tosca.

Esse episódio foi bom para mostrar um pouco da Bishop, que vinha precisando de um pouco de destaque longe de Torres. Desde que Clay morreu ela não teve tanto espaço assim para falar dele. Ver ela falando que desde que perdeu o amigo não foi capaz de pintar de novo foi tão triste, porém ao mesmo tempo tão bom, principalmente no final do episódio. É aos poucos que a morte de Reeves vai sendo superada, mas não esquecida. Sério, Bishop é uma personagem maravilhosa e que merece o mundo.


Kasie também arrasou nos palpites e eu estou adorando a dinâmica entre ela e Gibbs. Agora o melhor mesmo foi ver Ducky de volta. Eu sinto realmente muita falta dele e o sorriso de Jimmy ao ter visto Mallard foi impagável. Porém confesso que esperava que Ducky ficaria por perto por mais tempo. Ver ele indo embora, de novo, em Friendly Fire foi bem triste. Em contrapartida, tivemos momentos extremamente fofos entre ele e Jimmy. E isso me deixa tão feliz.

Como o caso acabou precisando separar um pouco a equipe, eu acabei gostando de como tudo foi separado. Principalmente Kasie e Nick. Sério, se os roteiristas não souberem usar a dinâmica dos dois no futuro eu vou ficar com muita raiva. Os dois se divertiram juntos, mesmo com pavor das moscas e medo das cobras, quase dormiram procurando vídeos de segurança e essa é a primeira vez que eles interagem de verdade. Espero que isso continue. 


Casos que envolvem a morte de um oficial são sempre pesados. Ainda mais porque eu sempre lembro de quando Dorney morreu e isso não é legal. Confesso que eu fiquei bem chateada com a situação do Coronel. Ver ele do lado do caixão sem nem piscar, se sentindo culpado pela morte da Capitã me fez pensar em quantas vezes Gibbs perdeu alguém e como ele carrega essa culpa, mesmo se não tiver nada a ver com isso. Ele indo até Nova Jersey para o enterro da Capitã foi realmente maravilhoso.

A ida de McGee e Bishop para o Afeganistão também foi interessante, porém pareceu mais um jeito de encher o episódio. Claro, foi extremamente importante porque eles descobriram quem era o responsável por vazar os dados para o terrorista, mas ainda assim ficou um pouco fora para mim. Achei bem tosco Gibbs falando com McGee como se fosse culpa dele alguém ter matado o terrorista. Queria ver se ele estivesse lá e alguém falasse da mesma forma com ele. Ninguém mexe com meu bebê.

P.S.:  Amei os óculos da Bish.

“I trekked through a swamp for you, Nicholas. So, if you bail on me now, you're just gonna find a slithering copperhead snake in your desk drawer. Ooh, or in your bed. Or worse.” – Kasie Hines
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top