Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] BULL - S03E09: SEPARATION E S03E10: A HIGHER LAW
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
  “Desperate times call for desperate measures.” - Doctor Jason Bull Bull novamente me impressionou. Porém ainda não consigo dizer s...
 “Desperate times call for desperate measures.” - Doctor Jason Bull
Bull novamente me impressionou. Porém ainda não consigo dizer se foi uma impressão boa ou ruim. Me entendam: os episódios foram interessantes, mas tem algo que me incomoda muito. E a cada episódio que passa esse sentimento só piora.
Já tem um tempo que estou reparando que os roteiristas de Bull simplesmente estão esquecendo o que fizeram nas temporadas anteriores. Personagens que tiveram algum desenvolvimento dão passos para trás, personagens que são introduzidos não tem o merecido desenvolvimento, personagens que estão desde o começo são completamente esquecidos... E até mesmo Jason tem atitudes que são um pouco fora do personagem.

Separation foi o que já havia previsto: Gabriel se tornou cliente da TAC. Por mais que eu tenha reclamado de pouco destaque para Danny, ter praticamente 3 episódios focados nos dois foi maldade com outros personagens (lê-se Chunk). Toda a situação dele foi bem triste. O desespero de Jones foi real e, por mais que eu tenha gostado de como a situação toda foi resolvida, deu a entender que ela e Gabriel e Danny nunca mais vão se ver. Se esse for o caso, vou ficar com muita raiva de terem gastado tanto tempo para jogar tudo fora.
O caso principal foi basicamente uma distração e uma saída fácil para a situação já citada. Eu acredito que tinha um potencial ali. Se o caso tivesse sido tratado da forma certa, ia ter rendido um bom episódio. Ver basicamente todo mundo abandonando o caso principal, que renderia dinheiro para a empresa, deixando praticamente Chunk e Taylor para lidar com tudo sozinhos e simplesmente mostrar que eles tinham boas notícias foi muita maldade. Sério, tá complicado.

A Higher Law foi um pouco melhor por motivos de Benny e do Padre. Eu gostei bastante do caso, mesmo já sabendo que o Padre não era culpado. O desenrolar da história, um pouco dificultado pelo fato de ele saber quem havia atropelado a garota e não poder falar por conta da confissão, foi bom, inclusive porque JB também acabou aceitando defender o Padre, mesmo com os problemas que apareceram no caminho.
Também foi ótimo ver a preparação/desabafo de Chunk. Sempre que ele começa a falar qualquer coisa já tenho vontade de gritar “lindíssimo, falou tudo”. Sério, com um personagem maravilhoso desse, eu não consigo entender como os roteiristas não dão o devido valor. O que o Padre falou foi lindo e eu realmente espero que meu bebê Palmer tenha mais destaque no próximo ano. E que essa segunda parte da temporada seja boa como a segunda temporada, porque tá complicado.

Até ano que vem galera!
“Had myself a little heart attack about six months ago on the courthouse steps. Not this courthouse I never would have known. Funny thing is, I was lying there, ridiculous pain, middle of the day, people walking by. And I looked up and I didn't see any angels, I didn't see some glorious white light. I just saw a patch of blue sky. I was dying in the middle of New York City and I was all.” - Doctor Jason Bull
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top