Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] BULL - S03E11: SEPARATE TOGETHER E S03E12: SPLIT HAIRS
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
  “He's a big boy, Marissa.” – Benjamin Colón Apostar na Diana para chamar a atenção em Separate Together foi uma aposta muito a...
 “He's a big boy, Marissa.” – Benjamin Colón

Apostar na Diana para chamar a atenção em Separate Together foi uma aposta muito arriscada. Principalmente levando em consideração o que aconteceu recentemente envolvendo Michael Weatherly. Mas a personagem traz uma dinâmica diferente, o que acaba deixando a história mais chamativa. Ainda mais quando os eles representam duas pessoas que praticamente tinham uma condenação certa e acabam fazendo algo que o outro não aprova.

Não gostei de JB ter escondido durante o episódio todo sobre o ataque cardíaco e ter ficado fingindo que estava tudo bem, tudo normal. Foi bem infantil da parte dele, ainda mais porque Diana ia compreender 100% a situação. Mas não, precisa de criar drama entre os dois no meio do episódio para chamar mais a atenção.


Dos outros personagens, só Benny teve um pouco mais de destaque, mas mesmo assim ainda foi engolido no drama dos dois. Chunk perseguindo o verdadeiro culpado foi maravilhoso e quero muito mais destaque para o meu bebê. Taylor e Danny apareceram por 2 segundos e Marissa só apareceu para Bull tratar ela mal. Tá realmente complicado.

De uma forma semelhante, Split Hairs seguiu o mesmo perfil, dando um pouco mais de destaque para Benny. Porém nesse caso, ele acabou dividindo um pouco seu destaque com Julia, a ré. Toda a situação que ela estava passando foi bem complicada, mas não foi o suficiente para me focar 100% no episódio. Mas Chunk fez.


Eu venho falando que a série não tem aproveitado bem seus personagens e Chunk vem sendo um desses. Ele está estudando direito, mas raramente tem uma chance de mostrar seu potencial. Geralmente ele fica só preparando as pessoas para o julgamento, e nesse episódio foi maravilhoso ver a forma como ele lidou com Julia. Ela mereceu ouvir o que ele disse, porque por mais que fosse um traço da personalidade dela, ela tem que entender que muitas pessoas não se sentem bem quando alguém fala que trabalha de madrugada porque os outros a atrapalham.

Marissa, Taylor e Danny até apareceram um pouco mais, porém ainda não é aquilo que podemos considerar como uma participação impactante. Já Jason... não sei se estou pegando um pouco pesado, mas desde que ele voltou a falar com Diana, algumas coisas do antigo Bull, principalmente a arrogância, andam voltando. Não estou muito satisfeita, para ser sincera. Achei que ele ia mudar consideravelmente depois do ataque cardíaco, mas claramente não.

P.S.: Piadinha do pro bono foi bem tosca, haha.

“When you say that other people are distractions, it sounds very negative. Very dismissive. One could easily get the impression that you just don't like people. And we want the jurors to like you. And it helps if they think you might like them. [...] Here's another reason why saying you find other people distracting might not serve your best interests: anything that makes it sound like you don't like having people around when you do your work might make the jurors think that you don't want company because it makes it harder to manipulate evidence.” – Chunk Palmer
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top