Comentários
Mylla Santos Mylla Santos Author
Title: SE A RUA BEALE FALASSE: UMA HISTÓRIA SOBRE JUSTIÇA
Author: Mylla Santos
Rating 5 of 5 Des:
Lançado em 1974, o quinto romance de James Baldwin narra os esforços de Tish para provar a inocência de Fonny, seu noivo, preso injus...


Lançado em 1974, o quinto romance de James Baldwin narra os esforços de Tish para provar a inocência de Fonny, seu noivo, preso injustamente. Livro que inspirou o filme dirigido por Barry Jenkins, vencedor do Oscar por Moonlight.

Tish tem dezenove anos quando descobre que está grávida de Fonny, de 22. A sólida história de amor dos dois é interrompida bruscamente quando o rapaz é acusado de ter estuprado uma porto-riquenha, embora não haja nenhuma prova que o incrimine. Convicta da honestidade do noivo, Tish mobiliza sua família e advogados na tentativa de libertá-lo da prisão.

Se a rua Beale falasse é um romance comovente que tem o Harlem da década de 1970 como pano de fundo. Ao revelar as incertezas do futuro, a trama joga luz sobre o desespero, a tristeza e a esperança trazidos a reboque de uma sentença anunciada em um país onde a discriminação racial está profundamente arraigada no cotidiano.

Esta edição tem tradução de Jorio Dauster e inclui posfácio de Márcio Macedo.

James Baldwin foi um escritor e ativista afro americano, em seus livros ele costuma abordar temas como as distinções de classes raciais, além de questões de sexualidade e identidade.

A amizade entre Tish e Fonny começou na infância e foi inevitável se apaixonarem. Os dois vivem uma linda história de amor, até que é interrompida abruptamente pela prisão injusta de Fonny, ligada claramente a questões raciais. Então Tish se vê responsável por provar a inocência dele, enquanto precisa lidar com uma gravidez não planejada.
E sempre fomos amigos íntimos desde criança, você sabe disso, e estaríamos casados agora se... se..."
Baldwin cria uma narrativa genuína, parecida com a historia que alguns afro americanos viveram nos Estados Unidos de 1970. A família de Tish é constituída por pessoas admiráveis, fortes e cheias de amor, fiquei encantada com elas. É uma história comovente que consegue desperta sentimentos de raiva e revolta pelas injustiças mostradas no livro. Infelizmente os assuntos abordados por Baldwin continuam atuais.
Mas estamos todos nas mãos dos homens brancos, e conheço alguns negros metidos a besta em quem eu também não confiaria."
O livro é curto, mas com muito conteúdo, a versão lançada pela Companhia das Letras está linda com uma jacket com a imagem do filme de mesmo nome, produzido pelo diretor Barry Jenkins que também dirigiu o filme Moonlight, a adaptação do livro teve três indicações ao Oscar deste ano. Essa nova versão também traz a fala de Márcio Macedo que mostra a importância do livro e sua relação com a atualidade, além de nos contar um pouco sobre a vida de Baldwin.
Mas naquela noite eu estava sozinho, me aprontando pra entrar, e eles pararam o carro, gritaram pra mim, me empurraram pro hall e me revistaram. Vocês sabem como eles fazem, né?
Esse é o tipo de livro que a pessoa lê bem devagar, não por ser chato ou difícil, mas sim pela história ser tão boa que não queremos que acabe. Baldwin conseguiu me conquistar e em breve devem aparecer mais resenhas de seus livros por aqui.
Se você tem visitas, mesmo que só tenha uma, isso quer dizer que alguém do lado de fora se importa com você. E isso te ajuda a passar a noite, a encarar um novo dia."
Por enquanto segue o trailer do filme:




Título Original: If Beale Street Could Talk
Autor: James Baldwin
Tradutor: Jorio Dauster
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 224
Ano: 2019
Onde Comprar: Amazon
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top