Comentários
Diário de Seriador Diário de Seriador Author
Title: CADÊ VOCÊ, BERNADETTE?: AS VEZES É PRECISO SE PERDER PARA SE ENCONTRAR
Author: Diário de Seriador
Rating 5 of 5 Des:
Bernadette Fox é notável. Aos olhos de seu marido, guru tecnológico da Microsoft e rock star do mundo nerd, ela se torna mais man...



Bernadette Fox é notável. Aos olhos de seu marido, guru tecnológico da Microsoft e rock star do mundo nerd, ela se torna mais maníaca a cada dia; para as demais mães da Galer Street, escola liberal frequentada pela elite de Seattle, ela só causa desgosto; os especialistas em design ainda a consideram uma gênia da arquitetura sustentável, e Bee, sua filha de quinze anos, acha que tem a melhor mãe do mundo. Até que Bernadette desaparece do mapa. Tudo começa quando Bee mostra seu boletim (impecável) e reivindica a prometida recompensa: uma viagem de família à Antártida. Mas Bernadette tem tal ojeriza a Seattle - e às pessoas em geral - que evita ao máximo sair de casa, e contratou uma assistente virtual na Índia para realizar suas tarefas mais básicas. Uma viagem ao extremo sul do planeta é uma perspectiva um tanto problemática. Para encontrar sua mãe, Bee compila e-mails, documentos oficiais e correspondências secretas, buscando entender quem é essa mulher que ela acreditava conhecer tão bem e o motivo de seu desaparecimento. Maria Semple revela, em seu segundo romance, a influência de grandes escritores contemporâneos como Jonathan Franzen e Jeffrey Eugenides, ao mesmo tempo que se afirma como uma voz original, marcada pelo melhor humor das séries de TV norte-americanas. Sem sentimentalismos, mas com muita empatia, Cadê você, Bernadette? trata do amor incondicional de uma filha por sua mãe imperfeita.


Bernadette precisava se perder para se encontrar. Não consigo encontrar outra forma de explicar este livro e a maneira como meu apego por essa personagem aconteceu. E não somos todos nós que precisamos nos perder, dar aquele mergulho interno e encontrar novamente aquilo que nos move para sermos nós mesmos?

Bernadette Fox some e sua família não sabe onde ela está. Mas o que levou Bernadette a sumir desta maneira? Para que esta história se desenrole nós vamos conhecendo pedaços da história dessa família e a maneira como a amizade de mãe e filha vai crescendo e como Bee vai se tornando cada vez mais inteligente, ao mesmo tempo que vemos uma Bernadette cada vez mais reclusa e fechada em si mesma enquanto Elgie, o pai, acaba mergulhando cada dia mais no seu trabalho.



Talvez a grande sacada do livro seja trabalhar com algo palpável. Trabalha com a vida, com as relações familiares e nossa relação consigo mesmo, com sonhos e sonhos que acabam destruídos. E como as vezes nós precisamos trilhar nosso próprio caminho, contando um pouco com a sorte e com coincidências para que as coisas (e a gente) voltem a fazer sentido. Ir descobrindo a história de Bernatte aos poucos, entender porque ela é reclusa, o que a deixou assim e como as coisas foram se encaminhando é ótimo e te faz repensar várias coisas, além de te ajudar a praticar a tão necessária empatia ao te aproximar tanto da personagem.


A escrita de Maria Semple fui fácil, de uma maneira gostosa. Senti que eu estava sentada tomando chá enquanto ouvia alguém me contar que eu não queria parar de ouvir. Bernadette Fox é uma personagem diferente, de um jeito  bom, e gostei demais de acompanhar a trajetória desta personagem, de entender sua vida e seus motivos. 

Espero que vocês possam gostar deste livro tanto quanto eu gostei. Lembrando que está obra foi adaptada ao cinema onde Cate Blanchett interpreta nossa protagonista e o filme, assim como o livro, vale a pena conferir!

Título: Cadê você, Bernadette?
Autor: Maria Semple
Tradutor: André Czarnobai
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 372
Ano: 2013
Onde Comprar: Amazon
Livro cedido pela editora para resenha.

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top