Comentários
Jéssica Ohara Jéssica Ohara Author
Title: [PRIMEIRAS IMPRESSÕES ] THE I-LAND
Author: Jéssica Ohara
Rating 5 of 5 Des:
Eu sou uma grande fã de série ruins, sério, não tem nada que aqueça mais o meu coração que uma série completamente nonsense com pitadas ...

Eu sou uma grande fã de série ruins, sério, não tem nada que aqueça mais o meu coração que uma série completamente nonsense com pitadas de seriedade. The I-land não vendia isso no trailer, fui ver mais pela pegada ficção cientifica com amnésia que curto pra caramba também. Depois desse primeiro capítulo, sinto que assisti uma série mais do que ruim adolescente com toques de pornô, de baixíssimo custo e com um roteiro perto da pena.

O episódio começa com a personagem principal acordando no meio da ilha com uma concha do lado e, pasmem, a atitude que ela acha a mais plausível diante do desconhecido é tocar a concha com uma trombeta para ver se tem mais alguém no local. Sério, quem faz isso??? Logo, pasmem de novo, aparece uma mulher ~misteriosa~que responde ao chamado e há um estranhamento entre as duas (rivalidade feminina espontânea, pq não mais batido?) que termina com a nossa personagem principal roubando a faca com que a outra acordou.


Mais oito pessoas aparecem, todas sem memória, cada um com seu estereótipo: o introvertido, a que cuida dos outros, a engraçada, o machão, a rebelde etc. Entre discussões e tensões sexuais, descobrimos os nomes dos personagens que, pasmem outra vez, estavam nas etiquetas das blusas. A história segue com uma tentativa de estupro, um momento vamos todos curtir o paraíso e um ataque de tubarão (sim, no primeiro episódio).

No final, os dois mais esquisitos conseguem descobrir uma placa com uma mensagem escrita "FIND YOUR WAY BACK" e, pasmem pela última vez, o grupo decide ignorar e se refugiar no interior da ilha. O que eu posso dizer de bom é que o roteiro não é previsível pq acontece tanta merda em tão pouco tempo q não poderia ser antevisto em nenhuma especulação minha. Estou pensando ainda se vejo o dois, mas não é uma coisa de morrer por.

Nota: 2/5 - Pelo menos é rápido.
p.s.: Essa série deve ser uma homenagem as temporadas ruins de lost
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top